segunda-feira, janeiro 11, 2016

In Memoriam David Bowie


"Do you remember a guy that's been
In such an early song
I heard a rumour from Ground Control
Oh no, don't say it's true
They got a message from the action man
"I'm happy, hope you're happy too
I've loved all I needed to love..." in Ashes To Ashes

David Bowie não é uma lenda portuguesa. Nem podia ser, até porque a nave que o trouxe deixou-o algures no Reino Unido.
Mas reinou unindo o mundo através da criação de bandas sonoras para momentos e noites lendárias.
Quantas vezes Let's Dance nos convocou para a pista da lendária Pildra, onde éramos sempre Absolute Beginners mas Heroes por um dia.
Até parecia que David escrevia músicas para as nossas histórias e nós, sem saber, vivíamos as histórias das suas canções, como personagens de um filme com o mar do Furadouro Meu Amor a fazer esquecer Hiroxima.
Nada ficou como dantes e das cinzas renascia a emoção e o jogo da vida podia ser divertido.
O seu corpo era uma espécie de Caixa de Pandora mas com talentos e uma orquestra dentro que o génio geria como um mágico inquieto e com uma batuta no lugar de varinha mágica.
Criou um universo próprio onde foi plural como um poeta disperso por heterónimos que sabiam cantar.
Partiu deixando 25 razões para o recordar e mais de 2001 para não esquecer a sua odisseia no planeta Terra.
Partiu e partiu o nosso coração em peças que vamos juntar ao puzzle do seu legado.


F

Sem comentários: